BlogdoAlaides.com.br

Bolsonaro diz que vai escolher alguém com o perfil de Sérgio Moro para o Supremo Tribunal Federal

Ler mais

Eduardo Leite dispara na frente do emedebista Sartori no segundo turno no Rio Grande do Sul

Ler mais

Guilherme Boulos convoca para invasão da casa de Bolsonaro e seu assassinato, em comício do poste petista Haddad

Ler mais

Pesquisa Datafolha: Bolsonaro tem 58% e Haddad 42% dos votos válidos

 

 

Pesquisa Datafolha para o segundo turno das eleições presidenciais, divulgada no início da noite desta quarta-feira (10), indica o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, com 58% dos votos válidos, e Fernando Haddad, do PT, com 42%. Considerando os votos totais, Bolsonaro aparece com 49%, Haddad (PT) com 36%, brancos e nulos somam 8% e, não sabem, 6%.

Assim como aconteceu no primeiro turno, o levantamento aponta que Bolsonaro só perde regionalmente para Haddad no Nordeste, onde o petista tem 52% dos votos totais, contra 32% do militar. O melhor desempenho de Bolsonaro segue sendo no Sul, onde tem 60% contra 26%.

Da mesma forma, Haddad tem apoio do eleitorado feminino. Entre os homens, Bolsonaro atinge 57% e entre as mulheres fica com 42%. Já o petista tem 39% entre as mulheres – empatando com o deputado na margem de erro – e 33% entre os homens.

Bolsonaro também é favorito entre os com maior renda – alcança 62% entre a população que ganha entre 5 e 10 salários mínimos e acima de 10 – e escolarizada – 58% de quem tem ensino superior. Já Haddad conquista 44% dos votos entre quem tem só o ensino fundamental e o mesmo índice entre os mais pobres, com renda familiar mensal de até 2 salários mínimos.

Contratado pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo, o Datafolha ouviu 3.235 pessoas em 227 municípios nesta quarta-feira. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Sul21

Ler mais

O plano de Lula para o Lulil

É a terceira vez que os petistas tentam cravar esse punhal nas costas da nossa democracia

Ler mais

Veja a lista dos deputados estaduais eleitos no Rio Grande do Sul

Veja a lista completa dos 55 deputados estaduais eleitos neste domingo para a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul;

Ler mais

Bolsonaro venceu nos Estados Unidos, Venezuela, Israel e Irã; Ciro Gomes, em Berlim, Paris e Pequim; o “poste” Haddad, na Palestina, Cuba e Nigéria

Jair Bolsonaro (PSL) foi o candidato mais votado em todas as cidades dos Estados Unidos e na maioria das cidades no Exterior. No total, mais de 500 mil brasileiros estavam aptos a votar em 99 países neste domingo (7), no primeiro turno das eleições. Como não moram no Brasil, esses eleitores só puderam votar para o cargo de presidente. Apesar de meio milhão de eleitores brasileiros estarem aptos para votar no Exterior, o índice de abstenção foi alto. Com 92,95% das urnas apuradas, só 41% do total de eleitores haviam comparecido às urnas nas embaixadas e consulados pelo mundo. Considerando as 136 cidades nas quais a apuração já havia sido concluída, ou onde pelo menos 98,64% dos votos já haviam sido contados à 1h05 desta segunda-feira (8), Bolsonaro havia vencido em 116 locais de votação no Exterior. Ciro Gomes (PDT) foi o vencedor em outras 12, e o “poste” Fernando Haddad (PT), moleque de recados do presidiário Lula, foi o mais votado em apenas seis. Em duas cidades, Accra (Gana) e Moscou (Rússia), Bolsonaro e Ciro Gomes ficaram empatados. Em Dublin (Irlanda), Ciro Gomes superou Bolsonaro por apenas três votos.

Ler mais

Eleito presidente, Jair Bolsonaro pretende criar dois superministérios

Ler mais

Pesquisa Datafolha desta quinta-feira mostra Bolsonaro já com 39% dos votos válidos, contra apenas 25% do poste petista Fernando haddad

Ler mais

Decisão de Fux anula permissão de Lewandowski para o presidiário e corrupto dar entrevista para a Folha de S. Paulo

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, decidiu na noite desta sexta-feira (28) suspender a autorização para que o bandido corrupto, lavador de dinheiro, chefe da organização criminosa petista e presidiário Lula conceda entrevista a jornalistas mesmo preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, cumprindo pena pela condenação já em segundo grau no processo do Triplex do Guarujá. A permissão havia sido dada pelo ministro Ricardo Lewandowski, também do STF. A decisão de Fux vale até o julgamento do caso pelo plenário da Suprema Corte, que poderá referendar ou não o posicionamento do ministro. Ainda não há previsão de quando o processo será apreciado pelos 11 ministros da Corte. “Defiro a liminar, ad referendum do plenário, com fulcro no art. 4º da Lei n.º 8.437/92, para suspender (…) os efeitos da decisão proferida nos autos da Reclamação nº 32.035, até que o colegiado aprecie a matéria de forma definitiva. Por conseguinte, determino que o requerido Luiz Inácio Lula da Silva se abstenha de realizar entrevista ou declaração a qualquer meio de comunicação, seja a imprensa ou outro veículo destinado à transmissão de informação para o público em geral”, determinou Fux. “Determino, ainda, caso qualquer entrevista ou declaração já tenha sido realizada por parte do aludido requerido, a proibição da divulgação do seu conteúdo por qualquer forma, sob pena da configuração de crime de desobediência (art. 536, § 3º, do novo Código de Processo Civil e art. 330 do Código Penal)”, completou Fux. O bandido corrupto Lula está preso na superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba, após ser condenado a 12 anos de um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá.

Ler mais

Page 1 of 184

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén