BlogdoAlaides.com.br

Categoria: Geral Page 1 of 65

Autuados em flagrante por tráfico de entorpecentes

A Polícia Civil de Três Passos, na tarde de hoje, em ação conjunta com a Brigada Militar, efetuou a prisão em flagrante de dois indivíduos.

Ler mais

Preso em flagrante ao arremessar droga para dentro do Presídio

A Polícia Civil de Três Passos, na tarde de hoje, através dos agentes da Delegacia de Polícia de Três Passos, coordenados pelo Delegado Marion Volino, com apoio da Brigada Militar, realizaram a prisão de um homem por tráfico de drogas.

Ler mais

Preso em flagrante por tráfico de drogas e porte de arma

Ler mais

CRÔNICAS CURTAS: Insensatez nos Poderes – Vereador perde mandato e se diz injustiçado – ERS 571 símbolo do descaso

Insensatez nos Poderes

Em São Valério do Sul, em 08.05.20, a Mesa da Câmara de Vereadores protocolou na Casa o Projeto de Lei Legislativo nº 02/2020, dispondo sobre a revisão anual do subsídio dos vereadores, retroativo a 1º de março de 2020. Na justificativa, sem rodeio e sem modéstia, os edis enalteceram suas atuações e por isso devem ser reconhecidos, e assim expressaram: (… esta Casa vive em constante contenção de gastos para assim oferecer uma qualidade de vida melhor para a comunidade. … também faz mister os vereadores serem remunerados através de seus subsídios de forma digna para assim poder desenvolver um trabalho austero, digno e com responsabilidade). Também, o prefeito, através dos Projetos de Lei do Executivo sob nº 12/2020 e nº 13/2020, ambos de 18 de março de 2020, propõe revisão anual dos subsídios do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais, respectivamente. Representantes dos servidores municipais de São Valério do Sul questionam a conduta egoísta, nada sensata e nem solidária dos vereadores e do prefeito ao se autoconcederem a revisão dos subsídios (salários), num momento totalmente inoportuno, de dificuldades, em plena pandemia do coronavírus e em meio a um decreto de calamidade pública. Ambos os projetos foram aprovados e sancionados. É muita insensatez e desconsideração para com a população, dizem representantes dos servidores públicos. E com razão.

Ler mais

O perigoso discurso do governador

O governador Eduardo Leite fez, nesta quinta-feira, um discurso de estadista sobre a situação do Estado no combate ao coronavírus. Mas foi, também, um discurso perigoso.

Leite apresentou uma peça de oratória bem concatenada, bem medida e bem interpretada. Empregou um adequado tom emotivo para expor temas acerca dos quais ele pensou com critério, certamente com auxílio dos assessores. Quer dizer: foi uma emoção calculada, com a dose precisa de dramaticidade em cada oração.

Ler mais

CRÔNICAS CURTAS – Prefeito Vettorato se explica – Vereador denuncia irregularidades de presidente da Câmara

Versões do prefeito

Por duas ou três vezes a coluna reportou o caso adubo, envolvendo o chefe do Poder Executivo de São Valério do Sul, e desde o início foi tentado contato com o prefeito para que desse a sua versão sobre o caso, mas não obtivemos retorno. Na quarta-feira da semana passada (17), finalmente o prefeito Vettorato se manifestou e enviou à coluna, em áudio via WhatsApp, suas explanações, que foi cuidadosamente degravado e formatado em texto para serem publicadas na edição daquela semana, o que acabou não acontecendo, “por orientação da direção do jornal”. Contudo, com o devido zelo ao princípio isonômico que norteia nosso trabalho, estamos inserindo na presente edição, nesta página, as versões do prefeito Vettorato. Eis o que ele disse:

Ler mais

“FIZ PARA PROTEGER O PRESIDENTE”

Em entrevista exclusiva, advogado diz que escondeu Fabrício Queiroz ao descobrir que havia uma trama para matar o ex-policial e responsabilizar Bolsonaro pelo crime.

Ler mais

Filhocracia envenena a Presidência de Bolsonaro

Há um provérbio francês que diz que “um pai é um banqueiro concedido pela natureza.” Jair Bolsonaro, como pai, terceirizou a tarefa de banqueiro ao Estado. Transformou os filhos numa bancada parlamentar e virou líder de uma organização familiar. Houve um tempo em que os interessados em política precisavam saber o nome das principais lideranças. Quando os políticos começaram a ir para a cadeia, foi necessário aprender a composição do Supremo, tendo o cuidado de distinguir as togas que prendem daquelas que abrem as celas. Agora, exige-se do brasileiro que aprenda os nomes dos filhos do presidente da República.

Ler mais

Prefeito Vladimir Antônio Vettorato, de São Valério do Sul, dá sua versão sobre o caso do adubo e da empresa Mauá

Suspeitas de improbidade administrativa envolvendo o prefeito Vladimir Vettorato, de São Valério do Sul, são assuntos polêmicos e temas de debates e discussões na Câmara de Vereadores e na comunidade, com encaminhamento ao órgão do Ministério Público. O prefeito é tido como suspeito de desviar, em proveito próprio, parte de 77 toneladas de adubo que seria destinado aos agricultores familiares indígenas do município e de ter usado dependências públicas (Parque Municipal de Eventos) para depositar esse adubo. Também, o fato de a empresa Ferramentas Mauá, em nome da esposa do prefeito, estar instalada, indevidamente, em um prédio público, do município, sem nenhuma autorização ou formalidade legal.

Nesta quarta-feira (17), o prefeito Vettorato procurou o blog para dar sua versão sobre os citados casos.

ADUBO

Com relação a polêmica do adubo, não tem nada de errado, a não ser o erro de eu ter depositado um material meu lá também (no Parque de Eventos). E quando fomos recolher, é que eu soube que o adubo dos índios tinha sido colocado lá, e aí um pessoal, tentando explorar politicamente aquilo, fez toda aquela encenação. No momento fiquei um pouco constrangido, chamaram polícia para me prender, apreender o material, mas a gente mostrou documento, notas fiscais. Eu não tinha espaço lá no meu (galpão), eu tinha comprado um outro volume muito grande de adubo, vinha a colheita, precisava armazenar semente, estava com pouco espaço, mas, foi provisório, por poucos dias.

Ler mais

CRÔNICAS CURTAS – Apoiadores do prefeito promovem baderna em frente a Câmara e forçam o encerramento da sessão, em São Valério do Sul – Em C. Bicaco presidente da Câmara é acusado de improbidade administrativa

O cúmulo do desrespeito

Em São Valério do Sul, na noite de segunda-feira (15), a sessão ordinária da Câmara de vereadores foi interrompida por um grupo de badernistas de aproximadamente 15 indivíduos, entre índios e brancos, defensores do prefeito Vladimir Vettorato (PT), formado por funcionários detentores de cargo de confiança (CC) na Prefeitura, e outros das relações mais próximas do prefeito. Eles estavam prestando apoio ao prefeito que fora convidado a ir à Câmara dar explicações sobre o caso adubo. Postados do lado de fora, junto ao prédio, eles gritavam palavras ofensivas e ameaçadoras contra o presidente da Câmara, Egon Ludwig. O prefeito saiu da Câmara e permaneceu do lado de fora, junto aos exaltados, que intensificaram ainda mais as ameaças e ofensas dirigidas ao presidente e demais vereadores da oposição. Na iminência de uma invasão violenta, o presidente encerrou a sessão e trancou a porta. Aí houve tentativa de arrombar a porta, forçando-a. A baderna foi a tal ponto que o presidente precisou proteção policial para se deslocar à sua residência. Consta que no grupo de arruaceiros havia pelo menos dois deles portando arma de fogo, mas não foram desarmados.

Ler mais

Page 1 of 65

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén