Terra dos deputados

Na semana passada estava abastecendo meu carro num posto de gasolina na Região Metropolitana, quando o frentista ao olhar a placa comentou: Santo Augusto, terra dos deputados. Ele disse conhecer os três deputados daqui, e se deteve ao Pompeo que era cliente e frequentemente chegava no posto criando relação de amizade com o pessoal do posto, lembrando que por muito tempo Pompeo se fazia acompanhar do Ivo (Ivinho) e dos mudinhos. Como bairrista que sou, me senti orgulhoso em pertencer a essa cidade que, com apenas 14 mil habitantes, é chamada “terra dos deputados”.

Paradoxo

Teoricamente, uma cidade pequena com representantes nos parlamentos estadual e federal é um privilégio. Paradoxalmente, ao mesmo tempo que se tem orgulho de ter três deputados, um estadual e dois federais, somos acometidos de enorme decepção quando nos deparamos com o descaso dos 13km da RS-155 praticamente intransitável, principalmente com chuva ou neblina durante a noite, uma vez que além da pista deteriorada, não existe sinalização, é uma aventura transitar naquele trecho.

Paradoxo II

Para quem pensa em conhecer a “terra dos deputados”, chegando pela BR-468, certamente a surpresa será grande ao entrar na RS-155, ali já lhe passará pela mente como é a cidade, é paradoxal, inacreditável. A impressão é péssima. Aí, como não bastasse as peripécias da 155, quando se chega no trevo de acesso à cidade, outra surpresa inevitavelmente vai provocar mal-estar no visitante: O acesso, ao longo da Avenida Pedro Campos, continua totalmente na escuridão. O que deveria ser o cartão postal, a boa impressão da cidade, é simplesmente desalentador ou, aborrecedor!

Mas, e os deputados?

Pois é, eis a pergunta. Não sei mais qual é o certo, se é a falta de interesse dos nossos deputados em buscar a solução para a rodovia 155, ou se é falta de influência junto aos órgãos do governo. No entanto, há que se lembrar e reconhecer que a restauração da RS-155 (que ficou muito boa por sinal) desde o trevo de acesso a Santo Augusto até Ijuí, só aconteceu graças a insistência e persistência do deputado Jerônimo que foi incisivo, contundente, brigou com energia e determinação até conseguir.