Criança desapareceu há cinco dias na zona rural do município e ainda não foi encontrada

02/02/2015 | 15h32

Suspeito de matar menina de 9 anos é preso em Erechim AU Online/Especial

Área de buscas estimada pela polícia é de 10 hectaresFoto: AU Online / Especial

Na madrugada desta segunda-feira, o principal suspeito de ter estuprado e matado uma menina de 9 anos, que está desaparecida desde a última quarta-feira, na zona rural de Erechim, no norte do Estado, se entregou à polícia. Segundo o delegado regional Gerson Cavedini Fraga, Marcos Antônio da Rosa, 24 anos, confessou os crimes.

— Além de ter confessado o crime, ele foi a última pessoa a ser vista com ela, na quarta-feira, e tem um histórico de abuso sexual — disse Fraga, esclarecendo as razões de o suspeito ter tido a prisão temporária decretada.

Em depoimento, ele confessou que teria estuprado e matado a menina e enterrado o corpo dela por três vezes em locais diferentes.

Leia as últimas notícias de Zero Hora

— Ele deu algumas versões controversas e não sabe mais dizer exatamente onde deixou o corpo. O mato é muito grande. A gente trabalha com uma área possível de 10 hectares — acrescentou o delegado responsável pelo caso, José Roberto Lukaszewski.

Recolhido no presídio de Erechim, Rosa deve ser novamente interrogado e levado ao mato onde o corpo pode ter sido enterrado. O local, que fica na divisa do distrito rural de Campo Erê com Erechim, já foi vasculhado pela polícia e pelos bombeiros, mas, até o momento, apenas peças de roupa que a menina usava no dia em que sumiu foram encontradas.

O suspeito teria, ainda, dito que uma segunda pessoa teria participação na morte. Lukaszewski diz que a informação está sendo investigada, mas não acredita que seja verídica.

Até a tarde desta segunda-feira, o suspeito não tinha informado oficialmente o nome de um advogado. Ainda hoje, a investigação deve ser repassada para a Delegacia Especializada em Furtos, Roubos e Capturas (Defrec), por se tratar de suspeita de homicídio.

* Zero Hora