Os vereadores de Alegria passam a discutir a partir da sessão ordinária da noite de hoje um projeto de lei que propõe a redução dos salários deles próprios e também do prefeito e vice do município. De acordo com a proposta, o salário dos vereadores para a próxima legislatura passaria de R$ 2,4 mil para R$ 1 mil por mês, uma redução de mais de 50%. Já o salário do prefeito, que hoje é de R$ 12 mil, baixaria para em torno de R$ 5 mil.

O projeto não tem data para ir à votação visto que será protocolado hoje. O vereador Élcio Bueno (DEM) quer o apoio consensual dos demais vereadores à proposta de sua autoria para que, segundo ele, ninguém se promova pessoalmente em cima da redução, tirando proveito da redução salarial tendo em vista que o projeto conta com grande apelo popular.
Bueno disse ainda que o objetivo é que os vencimentos do prefeito, vice e vereadores fique dentro da realidade do município, que enfrenta dificuldades na arrecadação de recursos agravadas agora com a pandemia de coronavírus.
Se aprovada, a redução dos salários dos vereadores, por exemplo, possibilitará que a Câmara devolva na próxima legislatura um valor mais expressivo ainda de recursos para o Executivo investir em áreas prioritárias como saúde, educação e obras:
– Será um verdadeiro presente para a comunidade – destaca o vereador.
O Presidente do Legislativo municipal, Humberto Preissler do Rosário, já se manifestou favorável à proposta.

Fonte: Rádio Colonial