A BM (Brigada Militar) retomou o andamento da seleção de oficiais temporários para o quadro de saúde da instituição, que permitirá a contratação de 16 médicos e 29 enfermeiros.

O ingresso desses profissionais será importante para reforçar as equipes dos Hospitais da Brigada Militar de Porto Alegre e de Santa Maria, que têm realizado o atendimento aos servidores da segurança pública neste momento de enfrentamento à Covid-19.

O processo seletivo foi lançado em janeiro deste ano, mas havia sido paralisado em razão das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. Agora, foi publicado no Diário Oficial do Estado o edital de convocação para exame de saúde de 480 candidatos.

Os concorrentes deverão comparecer no Centro Clínico do Hospital da Brigada Milita da Capital nos dias 25 e 26 de maio, no horário indicado no cronograma do edital. A recepção será escalonada em turmas de 30 candidatos a cada hora, respeitando a determinação do decreto de calamidade pública estadual para evitar aglomerações.

A seleção para médicos e enfermeiros tem cinco etapas na fase inicial. A contratação será pelo prazo de dois anos, podendo haver prorrogação por, no máximo, mais dois anos. Os servidores temporários ficarão vinculados ao Regime Geral da Previdência Social e, no que couber, sujeitam-se às normas aplicáveis aos integrantes da BM. A carga horária semanal de trabalho prevista é de 40 horas.

Além da seleção para os cargos de nível superior, também havia sido lançado em janeiro processo para contratação de 145 soldados temporários, de nível médio, no cargo de técnico de enfermagem, com 120 vagas para a Capital e 25  para Santa Maria. Esse processo deve ter o edital de retomada publicado em breve.

O Sul