A mãe tinha medidas protetivas contra o filho, ou seja, ele não poderia chegar perto da casa dela.

 

Dom, 18 de janeiro de 2015

O primeiro homicídio de 2015 registrado em Ijuí foi na noite deste sábado (17), por volta das 23h45min.  

Uma mãe matou o próprio filho a facadas na rua Antônio Lopes, número 31, bairro Glória – próximo ao campo.  

Segundo relatos de amigos e familiares, Jonatan Inocêncio Brum, 30 anos, vulgo “NENÊ”, teve uma discussão com sua mãe, Maria Luisa Brum Inocêncio, 52 anos.  

Maria contou a polícia que o filho estava proferindo palavrões a ela, e em determinado momento teria lhe agredido com um tapa no rosto.

Neste momento a suspeita contou que foi até a cozinha e pegou uma faca e sem querer desferiu contra o filho.   Duas facadas acertaram NENÊ, uma estocada acertou o peito e outra, e fatal, atingiu o pescoço de Jonatan.  

NENÊ chegou a ser socorrido por um vizinho, porém, morreu ao dar entrada no HCI. De acordo com o hospital o homem perdeu muito sangue. A Brigada Militar foi acionada e isolou o local até a chegada do IGP.  

O delegado plantonista, Fábio Idalgo Peres lavrou o flagrante da dona Maria por homicídio.   Relatos preliminares dão conta que o filho estaria sentado no sofá quando foi atingido pela mãe.  

Um exame toxicológico foi pedido ao IML, para onde o corpo foi levado, existe a suspeita que NENÊ tivesse ingerido bebida alcoólica e usado drogas.  

Jonatan Inocêncio Brun tinha varias passagens policiais, inclusive chegou a ser preso na tarde deste sábado (17), tentando furtar produtos do mercado Kuchak. Levado até a DP ele foi liberado.  

Maria Luisa Brum Inocêncio foi encaminhada a Penitenciária Modulada.  

Obs: A mãe tinha medidas protetivas contra o filho, ou seja, ele não poderia chegar perto da casa dela. Fonte: Portal Ijui Urgente