A audiência pública em Santa Cruz do Sul, com o objetivo de tratar da denúncia de desvio de dinheiro do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) no Rio Grande do Sul, será nesta sexta-feira. O encontro terá início às 14 horas, no auditório da Faculdade Dom Alberto, e será realizado em conjunto pelo Senado, por iniciativa da senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), e pela Câmara dos Deputados, por solicitação do deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS). A Câmara de Vereadores de Santa Cruz organiza todo o evento. O escândalo é objeto de operações comandadas pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal, interrompidas dia 2 de outubro quando a polícia federal iniciava o cumprimento de mandatos de busca e apreensão. A ordem de paralisação partiu do ministro Teori Zavascki, a pedido do procurador Rodrigo Janot, preocupados com o envolvimento do deputado do PT, Bohn Gass, que goza de privilégio de foro. Esta semana, a Polícia Federal reiniciou investigações em Sinimbu, mas o cumprimento dos mandatos, agora na TRF-4, Porto Alegre, está prejudicado, já que os implicados tiveram tempo para agir. O objetivo da audiência pública desta sexta-feira, diz a senadora Ana Amélia Lemos, é seguir cobrando explicações sobre as denúncias e exigindo investigação rigorosa nesse caso grave, além de garantir transparência ao importante programa de fortalecimento da agricultura familiar no País. Mais de 6,3 mil pequenos produtores teriam sido vítimas da fraude, com suspeita de movimentar cerca de R$ 80 milhões.

VideVersus