Entrevista Lisandro Marino Polo – Diretor/proprietário da AGROPOLO

“Com a lavoura corrigida, o produtor terá a certeza que o dinheiro investido na adubação será bem aproveitado e o resultado virá com o incremento da produção”.

O empresário Lisandro Marino Polo fundou a empresa AGROPOLO no mês de maio de 1.997, no município de Santo Augusto/RS. A empresa atua exclusivamente na comercialização de CALCÁRIO e CALGESSO e prestação de serviço de aplicação/distribuição de insumos na lavoura, contando com uma frota de caminhões equipados com sistema eletrônico para TAXA VARIÁVEL – AGRICULTURA DE PRECISÃO.

Inicialmente estruturada para atender apenas a região de Santo Augusto e municípios vizinhos, a empresa foi, gradativamente, buscando o seu espaço no ramo. Atualmente, a área de abrangência engloba praticamente todas as regiões agrícolas do Estado do Rio Grande do Sul e áreas específicas dos estados de Santa Catarina e Paraná, tornando-se referência na prestação de serviço de aplicação de corretivos e fertilizantes no Sul do País.

Em seu escritório, na empresa Agropolo, situada na Rua Tiradentes, 153 – centro – na cidade de Santo Augusto, gentilmente, Lisandro recebeu nossa reportagem e respondeu algumas perguntas conforme segue:

– Suscintamente, qual a finalidade da aplicação de Calcário ou de Calgesso no solo?

– Os solos da Região Sul do Brasil são predominantemente ácidos, o que limita o rendimento da maioria das plantas cultivadas. Esses solos possuem altos teores de elementos tóxicos, principalmente alumínio e manganês, e baixos teores de nutrientes, especialmente fósforo, potássio, cálcio e magnésio. Nesta condição, a utilização de corretivo para eliminar a acidez é de fundamental importância para a produção agrícola, pois, quanto maior a acidez do solo, menor será o aproveitamento dos fertilizantes aplicados pelo produtor e, consequentemente, menores serão os índices de produtividade. Ou seja, com a lavoura corrigida, o produtor terá a certeza que o dinheiro investido na adubação será bem aproveitado e o resultado virá com o incremento da produção.

– Calcário e Gesso são a mesma coisa, um substitui o outro na correção da acidez do solo?

– Não. Trata-se de produtos distintos, com funções específicas:

– O CALCÁRIO tem a função de corrigir a acidez do solo e, desta forma, neutralizar os elementos tóxicos – e fornecer cálcio e magnésio para a cultura.

– O GESSO AGRÍCOLA não corrige a acidez do solo, mas atua como agente descompactador e tem como principais funções o fornecimento de cálcio em profundidade, a redução da saturação de alumínio, o aprofundamento do sistema radicular, a melhora na absorção de água e nutrientes pela planta.

 – O que causa a acidez do solo?

– As principais causas da Acidez do Solo são: – Extração dos nutrientes (Ca, Mg e K) do solo pelas raízes das plantas; – Ação da água da chuva ou irrigação que lixivia Cálcio (Ca), Magnésio (Mg) e Potássio (K); – Utilização de adubos nitrogenados acidificantes; – Erosão do solo.

– Quais as consequências da acidez no solo?

– As principais consequências da acidez do solo são: – Presença do Alumínio tóxico, prejudicando o crescimento das raízes; – Baixos teores de Cálcio e Magnésio no solo, nutrientes essenciais para a nutrição das plantas; – Baixa eficiência da adubação, aumentando os custos de produção e gerando menores colheitas.

– Mas como corrigir, efetivamente, a acidez do solo?

– O primeiro passo é a identificação, através da Análise de Solo, do teor de acidez e da efetiva necessidade de correção. Com base nos dados fornecidos pela análise e sob a orientação técnica de um profissional habilitado (engenheiro agrônomo), o produtor terá a noção exata do produto/corretivo que deverá adquirir e as quantidades que deverão ser aplicadas por hectare.

– Existe apenas um, ou vários tipos de calcário ou de gesso?

– Hoje, o mercado disponibiliza CALCÁRIO DOLOMÍTICO (com maior teor de Magnésio), CALCÁRIO CALCÍTICO ( com maior teor de cálcio e menor teor de Magnésio) e CALCÁRIO FILLER (com alto teor de PRNT). Em relação ao GESSO AGRÍCOLA, a Agropolo disponibiliza ao agricultor apenas o produto de origem rochosa, por entender que este é o produto mais adequado para a utilização agrícola.

– No plantio direto a aplicação superficial do calcário, sem incorporá-lo ao solo, é correta?

– Sim. Uma das características do Sistema de Plantio Direto é a manutenção da matéria orgânica como elemento de proteção do solo contra erosões. Desta forma, o calcário e o gesso são aplicados na superfície e de forma natural e gradativa, vão sendo incorporados ao solo. Cabe salientar que neste processo de incorporação natural do calcário o gesso agrícola tem uma função primordial, agindo como elemento condutor do corretivo para que este atinja as camadas mais profundas.

– Quais os cuidados com a escolha do corretivo de acidez do solo?

– A orientação básica é que o agricultor realize, periodicamente, o monitoramento das condições do solo através da análise química, onde serão detectadas as carências/deficiências eventualmente existentes. Com base nos dados da análise, deve adquirir produtos com procedência comprovada e exigir a aplicação/distribuição uniforme e de acordo com as dosagens requeridas pela análise química.

– Fale-nos especificamente sobre o “Calgesso Mix”, comercializado pela empresa Agropolo.

– Inicialmente, cabe salientar que o CALGESSO MIX é um produto que foi desenvolvido de forma exclusiva pela Agropolo, tendo como base a larga experiência da empresa na comercialização e aplicação de calcário e gesso agrícola. Com a crescente demanda pelo gesso, o agricultor realizava duas aplicações individuais – calcário e gesso, com alto custo e maior compactação da lavoura. Assim, através de uma formulação específica, 100 % homogênea, a empresa reuniu, em um único produto, as principais funções do calcário, do gesso e do silício: – Correção de fertilidade e acidez; – Confere uma relação química perfeita de cálcio/magnésio; – Aumenta a resposta das plantas à tolerância às pragas e doenças pela presença do enxofre e do silício; – Aumenta o equilíbrio dos nutrientes no solo; – Melhor aproveitamento do perfil do solo e descompactação pela ação do gesso.

O CALGESSO MIX apresenta uma excelente relação custo/benefício e resultados fantásticos, sendo comercializado pela Agropolo distribuído na lavoura na modalidade de Taxa Fixa e também Taxa Variável – Agricultura de Precisão.