Presidente afirma que, em questão de dias “pode ser tarde demais” para reverter colapso econômico provocado pela paralisação

 

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou na manhã deste sábado, 11, um vídeo de uma entrevista de duas semanas atrás em que critica as medidas de isolamento social adotada por Estados e municípios para o controle do coronavírus. “Certas autoridades estaduais e municipais estão tomando medidas, no meu entender, além da normalidade, proibindo tráfego de pessoas, tráfego em rodovias, fechando empresas e fechado comércios”, disse Bolsonaro no vídeo.

No Twitter, Bolsonaro compartilha vídeo criticando isolamento social
No Twitter, Bolsonaro compartilha vídeo criticando isolamento social

Foto: Adriano Machado / Reuters

Bolsonaro vem demonstrando preocupação com as consequências econômicas do novo coronavírus desde seus primeiros comentários sobre o tema. Em um dos pronunciamentos em rede nacional mais incisivos até aqui, em 24 de março, o presidente se posicionou contra a quarentena. “Devemos, sim, voltar à normalidade”, afirmou na ocasião. O discurso foi mal recebido, na época, até por apoiadores do presidente, como o governador de GoiásRonaldo Caiado, que rompeu politicamente com ele. Tentando romper o isolamento político, Bolsonaro tenta agora uma reaproximação com Caiado. No último pronunciamento, em 8 de abril, Bolsonaro jogou a responsabilidade para os governadores e prefeitos.

No vídeo, o presidente também fala em “colapso econômico” decorrente do fechamento de empresas e comércio, com desemprego em massa e falta de recursos para folha de servidores públicos. Segundo ele, se não houver o retorno à normalidade, “dentro de poucos dias” poderá ser “tarde demais” para reverter os efeitos da crise.

“O caos está aí: sem dinheiro e sem produção. O homem do campo também vai deixar de produzir. Vamos viver do quê? Brasileiros acordem para realidade. Se não acordarmos, o caos está vindo: desemprego em massa e o desabastecimento começa a se fazer presente”, afirmou o presidente no vídeo.

– Há 2 semanas falei sobre o que poderia acontecer no Brasil, caso se preocupassem apenas com um problema.

Vídeo incorporado

Na postagem de hoje, Bolsonaro reafirma as declarações feitas recentemente. “Há 2 semanas falei sobre o que poderia acontecer no Brasil, caso se preocupassem apenas com um problema”, escreveu o presidente na sua conta oficial do Twitter.

Terra