Após a última rodada de pesquisas do Ibope fica claro que o PT não lidera a corrida eleitoral em nenhum lugar do País. A última vez na qual o governo perdeu as eleições de 1972 para o Senado em 16 dos 22 Estados da época,  em todos os Estados, foi no finalzinho da ditadura militar, quando seus generais já estavam totalmente desgastados. Perde no Rio Grande do Sul com Tarso Genro para Ana Amélia: no Paraná, com Gleisi Hoffmann, para Beto Richa: em São Paulo, com Alexandre Padilha para Geraldo Alckmin (se elege no primeiro turno): no Rio de Janeiro, com Lindbergh Farias para Garotinho: no Distrito Federal, com Agnelo Queiroz para José Roberto Arruda; e já empata tecnicamente em Minas Gerais, onde Fernando Pimentel começa a ceder o lugar para o tucano Pimenta da Veiga. O quadro é desesperador, pois com o início da campanha na TV a rejeição ao PT deve acertar em cheio a candidatura Dilma.

VideVersus