O soldado João Domingues, presidente da Associação de Cabos e Soldados Policiais Militares, foi preso nesta quarta-feira, no quartel da Brigada Militar, em Pelotas (RS). O "crime" cometido pelo brigadiano foi ter falado na Rádio Pelotense sobre as péssimas condições de trabalho dos brigadianos e bombeiros militares, do não atendimento dos dos brigadianos reformados e da falta de viaturas para melhor atender a população. Foi determinada a prisão imediata do soldado João Domingues, em virtude do mesmo fazer parte do grupo que negocia salário e plano de carreira e ser contrário à proposta que foi apresentada pelo governicho do peremptório governador petista Tarso Genro.

Fonte: VideVersus