Por Alaides Garcia dos Santos

 

O exemplo é mais…

É de extrema importância o movimento que visa combater a exploração e violência à criança e ao adolescente. Em Santo Augusto o assunto está sendo levado a efeito com o slogan: “Abrir os Olhos para a violência é preciso”. Esse lema remete ao passado de atitudes e nos leva à reflexão para o comportamento futuro. Digo isso, porque tenho em mente que “o exemplo vale mais do que palavras”. Não é só a violência direta à criança e ao adolescente que os atinge. Talvez o mau exemplo seja uma das violências mais perversas e perniciosas que se pratica contra os menores. Os exemplos dos pais, irmãos mais velhos, professores, autoridades em geral, políticos, são seguidos, senão por todos, por parte da população de crianças e adolescentes. Ora, então que os nossos políticos não repitam a estratégia de ameaças, disparos de armas e violência como demonstração de força (ou fraqueza) adotada na última campanha eleitoral.

 

PT e PP polarizam

As últimas pesquisas mostram que as eleições 2014 para o governo do Rio Grande do Sul estão polarizadas. Os dois principais candidatos são o governador Tarso Genro (PT) e a senadora Ana Amélia Lemos (PP). A última consulta Ibope demonstrou que o interesse dos gaúchos pelo pleito é pequeno. A polarização entre Tarso e Ana Amélia parece ser inevitável. Porém, isso poderá abrir margem para José Ivo Sartori (PMDB) correr solto por fora e chegar ao segundo turno, com maus presságios para Tarso Genro. Os possíveis candidatos ao governo gaúcho, pelo que tudo indica serão:

 

Ana Amélia Lemos (PP)

A pré-candidatura da senadora vem sendo articulada como um consenso pelo partido desde 2012. Natural do município de Lagoa Vermelha, Ana Amélia nasceu em 1945 e é formada em Comunicação Social pela PUC/RS. Como profissional de jornalismo, dentre outros empregadores, trabalhou por 33 anos na RBS, na área de economia. Foi eleita senadora em 2010, com 29,54% dos votos válidos. No ano de 2013 foi apontada como a parlamentar mulher mais influente no Congresso Nacional.

 

José Ivo Sartori (PMDB)

Ex-prefeito de Caxias do Sul venceu o debate interno do PMDB para entrar na disputa ao governo do Estado com 72% dos votos dos militantes do partido. Nascido no município de Farroupilha em 1948, Sartori é formado em Filosofia pela UCS. Em 1976 foi eleito vereador em Caxias do Sul; em 1982 foi eleito deputado estadual, e reeleito por mais quatro mandatos consecutivos. Foi eleito deputado federal em 2002 e, em 2004 chegou à Prefeitura de Caxias do Sul, e reeleito em 2008.

 

Roberto Robaina (PSOL)

É um dos fundadores do PSOL e tem sua pré-candidatura atribuída às manifestações ocorridas em junho de 2013. Nascido em Porto Alegre em 1976, é formado em História com mestrado em Filosofia. Foi diretor do Sindicato dos Bancários. Foi candidato ao governo gaúcho em 2006 e a prefeito em 2012, não se elegendo.

 

Tarso Genro (PT)

Atual governador, foi aprovado como pré-candidato à reeleição em abril de 2014. Nasceu em São Borja em 1947, é formado em Direito pela UFSM e especialista em Direito Trabalhista. Foi vereador em 1968 pelo MDB em Santa Maria. Vice-prefeito em Porto Alegre. Em 1992 foi eleito prefeito da capital gaúcha e reeleito em 2000. Foi ministro da Educação, das Relações Institucionais e da Justiça.

 

Vieira da Cunha (PDT)

Deputado federal em segundo mandato, nascido em Porto Alegre em 1960, foi Procurador da Justiça, é formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela URGS, eleito vereador por dois mandatos, deputado estadual em 1994, reeleito em 1998 e 2002.