Equipes se enfrentam às 19h30min deste sábado. Jogo terá transmissão pelo SporTV

Campeão em 2006, Inter busca o segundo título do Brasileiro Sub-20 diante do Palmeiras Ricardo Duarte/Agencia RBS
 
 
 

No último ato do futebol em 2013, uma decisão nacional no Estádio Passo D'Areia, zona norte da Capital. A partir das 19h30min, Inter e Palmeiras disputam a final do Campeonato Brasileiro Sub-20.

Com um time que tinha Muriel, Alexandre Pato e Luiz Adriano, o Inter foi campeão da primeira edição do torneio, em 2006. Depois, ficou com o vice em 2007 e 2012 – nas duas vezes, perdeu para o Cruzeiro. Neste ano, a campanha começou com um tropeço diante da Portuguesa (derrota por 2 a 1). Depois, foram só vitórias – sobre Palmeiras, Bahia, Vasco, Vitória e Cruzeiro – e nenhum gol sofrido.  

– Isso mostra que o trabalho na base continua sendo bem feito, com investimento e sabedoria – ressalta Roberto Melo, diretor de futebol do Colorado.

Inimigo na busca pelo bi, o Palmeiras eliminou o Grêmio na semifinal. Na fase de grupos, as equipes se enfrentaram, com vitória do Inter por 2 a 0. Neste sábado, os paulistas querem revanche.

Será no Zequinha a última volta olímpica da temporada. Resta saber se vermelha ou verde. 

OS GURIS COLORADOS

O camisa 1


Gaúcho da cidade de Getúlio Vargas, o goleiro Jacsson Antônio Wichnovski é o menos vazado do Brasileirão Sub-20. Levou apenas dois gols, ambos na estreia da equipe. Está há cinco jogos sem ser vazado. Faz o estilo discreto e seguro. O atleta tem 19 anos e mede 1m89cm. Foi decisivo na decisão da Copa FGF Sub-19 ao defender dois pênaltis no Gre-Nal que valeu o título. Está no clube desde 2011, veio do Ypiranga de Erechim.

Os laterais

Pela direita, o titular é  Willian de Asevedo Furtado, que tem origem no meio-campo. Gaúcho de Pelotas, tem 18 anos e veio do Juventude. Dono de um cruzamento qualificado, o mato-grossense Kaike, 18 anos, é o lateral-esquerdo. O jogador também passou pela base do Juventude.

A dupla de zaga

Jean e PV mostram segurança neste Brasileiro Sub-20, já que a defesa do Inter é a menos vazada. Autor de um dos gols na goleada por 4 a 0 sobre o Vitória, nas quartas de final, Jean Marcos Jacinto é um dos "veteranos do grupo". Paulista de Jabotical, o zagueiro tem 20 anos e 1m84cm. Ano passado, o atleta disputou a Copa Paulista pelo time profissional do Juventus-SP. O companheiro de Jean é Pedro Victor Calil Sandoval. O zagueiro de 20 anos, 1m88cm, é capixaba de Vitória. Bom na bola aérea, fez de cabeça um dos gols no 4 a 0 sobre o Cruzeiro, nas semifinais. No Inter desde 2011, o jogador veio do Ferroviária de Araraquara.

Os volantes

Nathan Índio e Bertotto tem características complementares. Já utilizado por Clemer no time principal – como lateral-direito diante do Botafogo -, o mineiro Nathan dos Santos Custódio, 20 anos, destaca-se pela intensidade. É o típico marcador "carrapato", que não desgruda do adversário. Matheus Hanauer Bertotto, também 20 anos, é o capitão e líder da equipe. Costuma organizar o posicionamento do time e ajudar o ataque. Atuando pelo sub-23, foi um dos destaques da Supercopa Gaúcha, competição em que o Inter chegou à decisão, perdendo o título para o Pelotas nos pênaltis. Com 1m89cm, destaca-se também na bola aérea e, seguidamente, marca gols de cabeça. Gaúcho de Porto Alegre, jogou no Resende-RJ em 2012.

Os meias

À frente dos volantes, o técnico José Leão utiliza uma linha de três meias. Principal nome da goleada sobre o Cruzeiro, na semifinal, Leandro Joaquim Ribeiro usa a camiseta 7 e se destaca pela habilidade e velocidade. Carioca, completará 19 anos em janeiro. O número 11 é Murilo de Souza Costa, 19 anos, gaúcho de São José do Norte. Com 1m77cm, tem a finalização como qualidade. Já marcou três gols no Brasileiro Sub-20 e, em 2012, foi goleador do Gauchão de Juniores pelo Caxias. O terceiro meia na decisão deve ser Carlos Vinícius Santos de Jesus, o Carlinhos. Revelado pelo Desportivo Brasil, o baiano de Camacan já passou pelo futebol alemão, mesmo com apenas 19 anos – atuou no Jahn Regensburg e no Bayer Leverkusen. Como tem poder de marcação, também pode atuar como volante. Carlinhos ganhou a posição de Alex Santana, o camisa 10 da equipe, jogador que foi utilizado por Clemer na derrota para o Flamengo, no Maracanã.

A estrela     

Atacante de 18 anos, Andrigo Oliveira De Araujo é considerado uma joia da base do Inter. Quando tinha apenas 15 anos, o jogador, gaúcho de Estrela, foi assediado por Barcelona e Manchester United, mas acabou permanecendo no Beira-Rio. Recentemente, renovou contrato por mais três temporadas. Mesmo baixo -_ segundo o site do clube tem 1m67cm -, é a referência do ataque colorado. Tem habilidade e bom poder de finalização. É gaúcho de Estrela, cidade do Vale do Taquari.

O comandante

José Luiz Leão, que substituiu Clemer, está no clube há 12 anos. Ele começou nas escolinhas e foi subindo de categoria até chegar ao sub-20, onde, desde 2012, era auxiliar.  Por Cristiel Gasparetto

Fonte: Zero Hora Esportes