O Brasil continua dominando com folga os negócios globais de soja com a China em 2013, enquanto as importações chinesas da oleaginosa dos Estados Unidos despencaram, de acordo com dados da alfândega do país asiático. A China, maior importador global do produto, registrou desembarques de 6,4 milhões de toneladas de soja em agosto, crescimento de 44% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Do total, a oleaginosa brasileira respondeu por 5,1 milhões de toneladas, um volume que representou um crescimento de 82,2% ante agosto de 2012. No acumulado do ano até agosto, as importações chinesas da soja de todos os países fornecedores aumentaram 4,4%, para pouco mais de 41 milhões de toneladas, com o Brasil respondendo por 23,9 milhões de toneladas, aumento de 20,1% ante o mesmo período do ano passado. Para isso, os exportadores brasileiros contaram com a oferta de uma safra recorde superior a 80 milhões de toneladas. Já o total de soja dos Estados Unidos desembarcada em agosto caiu 99,6% em agosto, uma vez que os estoques do país estão baixos após uma colheita fraca em 2012 e antes da entrada da nova safra, que está próxima de ser colhida.

Fonte VideVersus
Postado por Alaides Garcia dos Santos 24.09.2013 – 15:19