BlogdoAlaides.com.br

Mês: novembro 2013 (Page 1 of 4)

Jovem de 23 anos confessa crime de estupro e morte ocorrido em Barra do Guarita

Jovem já tem passagem pela polícia por roubo seguido de estupro / Foto: Portela Online
Um homem de 23 anos confessou para a polícia ter matado e estuprado a menina de 7 anos no final da tarde desta sexta-feira, 29 de novembro, em Barra do Guarita. 



De acordo com a Delegada Caroline Bamberg Machado, que estava a frente das investigações, o indígena levou a menina para um matagal onde a estuprou e depois matou a vítima com uma pedrada na cabeça.



O criminoso é foragido do presídio e cumpria pena por roubo seguido de estupro. Ouça no player ou baixe para o seu computador o áudio da coletiva com as Delegadas Caroline Bamberg Machado e Cristiane Van Riel Santos.
Fonte: Portela Online
 

Campanha Adote um metro cúbico de asfalto foi lançada em Crissiumal

Campanha Adote um metro cúbico de asfalto foi lançada em Crissiumal

Lideranças Crissiumalenses e Humaitenses, comandadas pelas comissões pró-asfalto e pelas associações comerciais e industriais lançaram nesta quinta-feira, dia 28 de novembro, a campanha “Adote um metro cúbico de asfalto”, visando recuperar a ERS 207, que liga os dois municípios. A reunião foi realizada no Clube Crissiumal, teve a presença de lideranças locais e também dos prefeitos dos dois municípios.

A iniciativa foi tomada pelas comissões, depois de as expectativas em relação à manutenção da rodovia se mostrarem bastante distantes, onde a ERS 207 não tem sido tratada como prioridade pelo DAER.

O proprietário da empresa Bartzen Pavimentações de Humaitá participou da reunião e segundo levantamento feito, seriam necessários aproximadamente 100m³ de asfalto para realizar uma manutenção tapando todos os buracos de Crissiumal a Humaitá, e recapando também o pior trajeto, nas proximidades do acesso de Humaitá.

Com isso surgiu a idéia de que comerciantes e interessados auxiliem na recuperação da estrada, uma vez que o Governo não tem demonstrado boa vontade. Para isso as doações poderão ser realizadas no Sicredi dos dois municípios, onde será criada uma conta específica. O metro cúbico de asfalto tem o custo de R$ 270,00.

Até o início da noite da quinta-feira, 28,  24m³ de asfalto haviam sido doados.

Fonte: Guia Crissiumal

DEFESA DE JOSÉ GENOÍNO FICA INDIGNADA COM LAUDO MÉDICO DA CÂMARA

A defesa do deputado licenciado e bandido mensaleiro petista José Genoino (PT-SP), em nota divulgada nesta quinta-feira, diz que recebeu com "perplexidade e indignação" a rejeição de junta médica da Câmara ao pedido de aposentadoria por invalidez feita pelo petista. Composta por quatro servidores da Casa, a junta médica anunciou na quarta-feira que Genoino, condenado no processo do mensalão, não é portador de cardiopatia grave. O grupo, no entanto, pediu um prazo de mais 90 dias para dar um laudo definitivo sobre o pedido de aposentadoria por invalidez feito pelo deputado em setembro. A decisão complica a situação do deputado que pode ter um pedido de cassação iniciado na próxima terça-feira, quando a Mesa Diretora da Câmara se reúne para discutir o assunto. Para a defesa de Genoino, a decisão da junta ocorreu de forma pouco transparente. "Não é possível aceitar que ignorantes de ocasião, movidos por indisfarçável conveniência política, que despreza os mais elementares imperativos humanísticos, procurem, acintosamente, comprometer a percepção da real, delicada e preocupante situação de saúde do deputado", diz trecho da nota assinada pelo advogado de Genoino, Luiz Fernando Pacheco.

 

Fatos em Foco 28.11.2013

Corpo de Bombeiros

Há anos, a comunidade de Santo Augusto reclama da necessidade de uma unidade do Corpo de Bombeiros. A tragédia da Boate Kiss, no inicio deste ano, trouxe como reflexo a exigência de os estabelecimentos comerciais, industriais, de diversões, entre outros, se adequarem ao sistema de prevenção contra incêndios, cuja vistoria e laudo técnico são de competência dos bombeiros. Esse já é um problema existente, haja vista que a unidade de Ijuí mesmo envidando esforços não consegue dar conta da demanda. Afora isso, tem o fator “incêndio” propriamente dito, uma vez que ocorrendo o sinistro, devido à distância que separa Santo Augusto de Três Passos ou Ijuí (unidades mais próximas), quando os bombeiros chegarem já restará pouco ou nada a ser salvo. Nesse sentido, o empresário Belmiro Padilha em contato com a coluna, mostrou-se preocupado e sugere mobilização de empresários, comunidade e prefeitura. 

 

Bombeiros voluntários

Pensando bem, as coisas podem ser facilitadas, desde que, com determinação, encontrando e seguindo o caminho certo. Três de Maio serve de exemplo. Lá, com a participação de 22 sócios, a Sociedade Civil Corpo de Bombeiros Voluntários de Três de Maio foi fundada em julho de 1997. A discussão do projeto iniciou em uma reunião, com a participação de lideranças, autoridades, convidados especiais e representantes de instituições locais, além de representantes do Corpo de Bombeiros, com total apoio do então prefeito. Formada a primeira diretoria, com base no estatuto do Corpo de Bombeiros de Maravilha/SC, foi elaborado o Estatuto Social da Corporação.

 

A implantação

Com o propósito de adquirir conhecimento e equipamentos, foram realizadas visitas a outros Corpos de Bombeiros Voluntários e iniciadas as atividades e o treinamento da corporação. A partir de então, até rifa de um automóvel foi feita para angariar fundos para aquisição de equipamentos básicos visando o melhor desempenho das atividades operacionais. Com esses recursos, foi possível contratar a Escola de Bombeiros para realizar o curso básico, com 90 horas de duração, tendo formado 27 bombeiros voluntários. Para viabilizar a iniciativa, foi assinado um convênio entre a associação “Sociedade Civil Corpo de Bombeiros Voluntários de Três de Maio”, Prefeitura Municipal e a Secretaria da Segurança Pública, e criado oficialmente o Corpo de Bombeiros Misto de Três de Maio, formado por seis bombeiros militares, cinco servidores municipais e 22 bombeiros voluntários, subordinados a um comando adjunto operacional. Nenhum membro civil é remunerado, e a sociedade sobrevive do convênio do Funrebom do município, e de doações das prefeituras conveniadas, de municípios próximos, clubes de serviços, empresas e comunidade geral.

 

Porque deu certo?

Porque envolveu lideranças, entidades, o poder público, e a comunidade. Fiz esse comentário todo, enfatizando a criação do Corpo de Bombeiros Voluntários em Três de Maio, no intuito de mostrar que em Santo Augusto, como polo microrregional, também é possível, podendo incluir outros municípios como Chiapetta, Inhacorá, São Valério do Sul, São Martinho, Nova Ramada, Cel. Bicaco, e outros. Mas, quem inicia?

 

Pipocando

Já ocorreu a segunda baixa no secretariado municipal de Santo Augusto. Primeiro saiu a secretária da saúde (PMDB), e agora o secretário da agricultura (PT). À coluna, Abreu informou que se exonerou do cargo por questões pessoais. Falando em secretaria da agricultura, estranhas ausências foram verificadas na semana passada, por ocasião da entrega de cinco tratores feita pelo prefeito às Associações de Agricultores. No ato não estava presente o secretário municipal da agricultura, alguns dos representantes das associações beneficiadas, os parlamentares autores das emendas que destinaram os recursos, nem a imprensa. Chocho. Mas, por outro lado, tem notícia boa: O Tribunal de Justiça negou provimento ao recurso sobre a desapropriação da área destinada ao IFF.

COMO A CUT, PETISTAS FAZEM AMEAÇAS A JOAQUIM

O ministro Joaquim Barbosa e o Supremo Tribunal Federal recebem ameaças diárias de pessoas ligadas ao PT e a meliantes condenados no Mensalão, segundo confirmam fontes próximas à presidência da Corte, mas adotaram a regra de ignorá-las. Por essa razão o STF não levará a sério ameaças de sindicalistas da CUT, a Central Única dos Trabalhadores, entidade pelêga do PT, dia 25, garantindo a Barbosa que “sua vez vai chegar”. Em qualquer país democrático, ameaça tão explícita ao chefe do Poder Judiciário faz a polícia identificar e denunciar seus autores. As ameaças preocupam os amigos e auxiliares de Joaquim Barbosa, mas todos parecem tranquilos quanto ao seu esquema de segurança.

 

Recém começou

Como na esgrima, as estocadas vão se sucedendo. Primeiro, a executiva do PDT fez mais de 30 encontros regionais em que houve a consagração da candidatura própria do PDT ao Piratini. Depois, reagiu o grupo que detém cargos no Executivo e pretende indicar o vice na chapa do PT. Ontem, o pré-candidato Vieira da Cunha voltou ao ataque, obtendo apoio de dirigentes de cinco partidos (DEM, PPS, PSD, PSC e PR). No documento que assinaram há fortes críticas à atual gestão. Todos somam quase 150 deputados na Câmara. Pelo critério de distribuição do tempo, garantem cinco minutos diários de propaganda eleitoral. Com este movimento, cai o argumento de que o espaço do PDT em rádio e TV é insuficiente para a campanha se afirmar. A próxima iniciativa deverá ser do grupo de trabalhistas pró-PT para o revide. Por Armando Burd

Fonte: Jornal O Sul

SINDICATO DE LADRÕES – POLÍCIA CIVIL DESMANTELA DIREÇÃO SINDICAL QUE FORMAVA QUADRILHA E FRAUDAVA CARTEIRAS DE MOTORISTAS NO PORTO DE RIO GRANDE

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul desmantelou nesta quarta-feira um sindicato de ladrões, bandidos que controlavam o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Bens de Rio Grande. Mais do que isso, na operação policial autorizada pela Justiça, para prisão e busca e apreensão de documentos, os policiais flagraram ao vivo a fraude de carteira de motorista, feita dentro das instalações do sindicato. Três carteiras de motorista de caminhão estavam sendo fraudadas, conforme informação do delegado Rafael Patela. Na operação foi preso o presidente do sindicato de ladrões, Paulo Ricardo Quaresma, junto com outras quatro pessoas. A acusação é de que ele está envolvido, há mais de 10 anos, em uma disputa com empresas pela exclusividade no transporte de cargas no Superporto de Rio Grande. Para intimidar concorrentes, o grupo sindical bandido incendiava caminhões de profissionais autônomos que iam até o porto de Rio Grande para pegar cargas. Ou seja, o sindicato opera um pequeno grupo que monopoliza o serviço de transporte de cargas interno e externo e intimida possíveis novos interessados em atuação no superporto de Rio Grande. O sindicato colocava um membro seu, armado com taco de beisebol, para fiscalizar quem estava carregando caminhões. O funcionário do sindicato é Amaro Fernandes Delgado, de 44 anos. Ele também foi preso.

Fonte: VideVersus

DEM OFICIALIZARÁ, NESTA TERÇA-FEIRA, APOIO À CHAPA VIEIRA DA CUNHA DO PDT

O deputado federal Vieira da Cunha e o jornalista Lasier Martins estiveram na tarde desta segunda-feira no evento promovido pelo DEM do Rio Grande do Sul no restaurante Tirol, onde receberam o aval oficial do DEM para a disputa pelas vagas de governador e de senador. O presidente do partido, deputado federal Onyx Lorenzoni, reuniu 200 lideranças de todo o Estado. Nesta terça-feira, DEM e mais quatro partidos irão até a sede do PDT para firmar carta de compromisso de apoio aos candidatos trabalhistas. Com o apoio esperado por Vieira da Cunha e Lasier Martins, o tempo de TV do candidato do PDT poderá chegar a 5 minutos, o que viabiliza qualquer candidatura no Rio Grande do Sul. O PDT marcou sua convenção estadual para o dia 7, mas a fração interna que defende aliança com o PT, e portanto apoio à candidatura do peremptório petista Tarso Genro, acha que poderá garantir a vitória da sua tese. Se isto acontecer, o jornalista Lasier Martins não será candidato, conforme explicou aos democratas. 

Fonte: VideVersus – Por Vitor Vieira

CORRETORAS GAÚCHAS DENUNCIAM QUE ESTATAL DE SEGUROS DO BANRISUL PRODUZIRÁ ILEGAIS VENDAS CASADAS

A diretoria do Banrisul enviou para a Assembleia Legislativa dois projetos de lei que tramitam em regime de urgência. Um deles, o 276/2013, permite a criação de uma corretora de seguros estatal. Caso os deputados estaduais aprovem o pedido, o banco, que tem 485 agências e 11.870 funcionários, formará uma rede gigantesca de venda de apólices. E o Sincor-RS questiona: qual formação ou habilitação terá esta multidão? Não será esta uma forma de “aperfeiçoar” a venda casada, prática condenada pelo Código de Defesa do Consumidor? O presidente eleito do Sincor/RS, Ricardo Pansera, lembra que, na década de 1990, o banco Bradesco fechou a sua Bradesco Corretora de Seguros e, em uma ação inédita, porém inteligente, entregou a administração dos seguros de todas as suas agências aos corretores de seguros da atividade privada. "O resultado financeiro tornou-se fantástico", diz Pansera: "Os consumidores de seguros, clientes correntistas do Banco Bradesco, tiveram o grande ganho diferencial de um serviço altamente qualificado, prestado por nós, corretores profissionais de seguros, escolhidos e indicados pelo Bradesco, para atuarem em suas agências. O Banco do Brasil e Itaú, embora tarde, já sinalizaram em adotar este caminho de sucesso". Assim como os corretores, também o Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul parece ter acordado de seu sono de gigante em berço esplêndido e resolveu, nesta segunda-feira, pedir cópia do contrato secreto firmado entre Banrisul e Brasil Plural. Neste contrato, o Banrisul passou para a empresa Brasil Plural a tarefa de ajudar na formatação das novas empresas estatais das áreas de seguro e administração de cartões, bem como encaminhar o processo de capitalização das mesmas, via IPO. Os projetos que autorizam a criação das estatais estão na Assembléia e poderão ser votados nesta terça-feira pela Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul a toque de caixa. Os deputados de oposição não querem votar sem ver a cópia do contrato feito com a Brasíl Plural. 

Fonte: VideVersus – Por Vitor Vieira

A vida dos envolvidos com o vício do crack parece esvair-se entre os dedos de suas próprias mãos

O crack, considerado como o mais devastador de todo o conjunto de entorpecentes, torna o seu usuário no maior dependente periculoso e debilitado, capaz de qualquer coisa, desde o matar ou morrer para sustentar o seu vício.

A experiência profissional de longos anos acompanhando de perto a problemática dos usuários de drogas e participando do combate ao tráfico, me permite afirmar que a vida dos envolvidos com o vício do crack parece esvair-se entre os dedos das suas próprias mãos. Para eles, o presente é só o crack, senhor do seu viver, dominador do seu “eu”, transformador do bem para o mal e, destruidor da sua família (o seu bem mais precioso).

É curioso, e lamentável, que tanto a sociedade quanto o Poder Público, na maioria das vezes tratam a questão como casos isolados e tão somente quando o mal já está instalado. Talvez esse descaso, o descuido e despreocupação em adotar medidas preventivas, é que tenha levado à “aguda e profunda crise urbana e social relacionada a essa droga avassaladora”.

O traficante se fortalece cada vez mais, arregimentando sempre um maior número de pessoas para seu grupo criminoso, ao ponto de se considerar o “dono do bairro”, o “comandante da área”. O traficante age como uma espécie de governo paralelo, fazendo, na sua área de domínio as vezes do Estado, realizando trabalho social para a comunidade carente local. Em troca desses favores, o traficante exige fidelidade e obediência por parte dos moradores, passando a resolver eventuais conflitos entre as pessoas da comunidade, onde sua palavra é a que vale e a sua decisão ninguém discute.

No seu território, o traficante julga sumariamente quem o trai, descumpre suas ordens, quem faz concorrência desleal. Ele não é piedoso com ninguém.

É realidade nua e crua que o tráfico de entorpecentes engrossa suas fileiras com crianças e jovens que, por falta de opção ingressam naquele mundo, são usados na organização criminosa como “fogueteiros, vigilantes, laranjas, informantes e até executores de crimes diversos”, numa espécie de carreira profissional.

Reportagens televisivas nos mostram, com frequência, jovens e crianças fora da escola, portando armas e distribuindo (vendendo) drogas, sucumbidos diante das organizações criminosas, trabalhando para manter os seus vícios e, pasmem, “para ajudar as suas famílias financeiramente”.

E o viciado, assim como sua família e seus amigos, e a própria população em geral, encontra-se atônito, indefeso e impotente diante de um Poder Público com pouca vontade política para debelar ou mesmo amenizar a situação.

Há quem atribua à polícia, e tão somente à polícia, a responsabilidade pelo combate ao tráfico e consumo de drogas. Ledo engano. Sem o usuário não haverá o traficante. Então, tem-se é que evitar o consumo, cuja tarefa não é da polícia, e sim, da família, da sociedade, do Poder Público. A inércia desses seguimentos é que permite a proliferação de consumidores e, por consequência, fortalece o traficante. Isso tudo me leva à interpretação de que “o usuário de drogas é um potencial traficante”.

A Polícia, por sua vez, como protetora da sociedade, procura cumprir a sua árdua e difícil missão de também combater esse crime, realizando ótimas e frequentes operações com apreensões de grandes quantidades de drogas, armas e munições, além do elevado número de prisões de traficantes e associados ao tráfico. Por Alaides Garcia dos Santos

 

 

Page 1 of 4

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén